Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2020

Home office e horário flexível viram trunfos para atrair profissionais

Na hora de escolher um novo emprego, é claro que o salário importa. Mas, no planejamento da carreira dos sonhos, profissionais olham além dos números. Ao lado da remuneração, na lista de desejos aparecem benefícios como trabalho flexível e possibilidade de home office, ambiente saudável, propósito da empresa, compromisso socioambiental e com a diversidade, além de valorização da equipe e possibilidade clara de desenvolvimento.Uma pesquisa feita pela Revelo, startup de recrutamento, a pedido do Estadão, perguntou a 378 profissionais o que faz uma empresa ser considerada dos sonhos. Entre as respostas – cada um podia escolher até duas opções -, 69% apontaram o horário flexível e o home office; 36% disseram olhar para salário acima da média do mercado; 36%, o compromisso com diversidade, sustentabilidade e outros propósitos; 18%, a participação nos lucros; e 15%, os bônus por performance.Apesar da crise na economia e no mercado de trabalho, as empresas buscam oferecer benefícios extras p…

Faturamento da indústria supera período pré-pandemia

Todos os indicadores industriais (Faturamento, Horas trabalhadas na produção, Emprego, Massa salarial, Rendimento e Utilização da Capacidade) avançaram em agosto. O faturamento da indústria ultrapassou níveis pré-pandemia, e a Utilização da Capacidade Instalada alcançou patamar próximo ao nível pré-pandemia. Em agosto, houve também o primeiro resultado positivo do emprego industrial em 2020: o emprego avançou 1,9% com relação a julho.
Acesse a íntegra do documento. https://bit.ly/350YtkIFonte: Confederação Nacional das Indústrias.

Recuperação da atividade industrial e retomada da confiança dos setores industriais

Em setembro, o Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI) cresceu em todos os 30 setores da indústria considerados na pesquisa. O ICEI da Indústria de Transformação atingiu 62,6 pontos, após salto de 5,1 pontos na comparação mensal. Trata-se do quinto aumento consecutivo do índice, que acumula alta de 28,3 pontos na comparação com abril. É o segundo mês consecutivo em que o índice se mantém acima da linha divisória dos 50 pontos. O ICEI mostra que após a retomada em agosto, a confiança está cada vez maior e mais disseminada entre os empresários da indústria da transformação. O ICEI da Indústria da Construção alcançou 56,7 pontos, após crescimento de 2,7 pontos em setembro. É a quinta alta consecutiva do índice, que acumula crescimento de 21,9 pontos desde abril. Todos os três setores da Construção considerados registraram aumento do indicador. Eles já estavam confiantes desde o mês anterior. Conforme documento da Confederação Nacional da Indústria, concluído em setembro/2020,…